Luiz Llantada

A origem do universo

25 Maio 2018 08:00:00

A origem do universo

 O dia em que escrevo esta crônica é 24 de maio. Neste dia, em 1543, faleceu Nicolau Copérnico, um gênio da humanidade, que fez uma descoberta fantástica no campo da Astronomia, com todas as dificuldades inerentes a sua época: "A Terra não é o centro do Universo". Tirando o homem da tese obscura que afirmava que era divina e abandonava, então, as pesquisas científicas.

A mais simples que existe sobre a origem do universo é, sem dúvida, a divina. Quando digo isso, confesso, sinto um medo enorme dos fanáticos. Dizer que a origem do universo é apenas divina é cômodo, pois explica tudo. Mas não é fantástico? Fantástico o cacete! O homem, esta criatura mais espetacular que existe no Mundo, pois tem corpo, como os outros animais, mas tem algo mais, que é a inteligência, por isto não se satisfaz com uma resposta tão simples.

 O homem quer saber, se foi Deus quem criou o Universo, como foi que ele criou. No afã de descobrir os mistérios do Mundo, homens como o filósofo grego Aristóteles, lá pelo Século IV a.C., olharam para o Céu, não só para admirar as estrelas, mas com a curiosidade de saber como elas funcionavam. Aí constataram que o Sol e todos os demais astros e estrelas se movimentavam. Eles achavam, porém, que a terra ficava parada e tudo girava em torno dela. Era a teoria Geocêntrica, a qual durou por séculos, porque interessava à Igreja.

 No ano de 1.473 d.C. nasceu Nicolau Copérnico, astrônomo e matemático polonês, que concluiu que era a Terra e os demais planetas que giravam em torno do Sol. Era a teoria Heliocêntrica. Como seus métodos eram rudimentares, não o levaram muito a sério. Assim ele escapou de ser queimado na fogueira da Inquisição. Já Giordano Bruno não teve a mesma sorte, pois, por ter confirmado a descoberta de Copérnico e trazer outras ideias mais avançadas, foi condenado à morte na fogueira. A Igreja não aceitava essa teoria, eis que, se o homem era filho de Deus, a Terra tinha que ser o centro do Universo.

Mas a Ciência anda pra frente. Galileu Galilei (1564/1642), usando as lentes holandesas, inventou o telescópio, apontou-o para o Céu e ficou estarrecido. Sim! A Terra não era o centro do Universo. Nem mesmo o centro do Sistema solar. Havia algo maior. Copérnico tinha razão. Interpelado pelo Tribunal da Inquisição, Galileu negou o que descobrira para não virar churrasco, porém, foi condenado à prisão domiciliar, a qual cumpriu até a sua morte.

Agora sabe-se que o Universo é infinito. A teoria predominante é que a sua origem deu-se de uma grande explosão cósmica, há cerca de 13,7 bilhões de anos; a "Big Bang". Antes só havia um "vazio", denso e quente, que explodiu e deu origem a tudo que existe. E tudo, mas tudo mesmo, inclusive eu e tu, se desloca numa velocidade vertiginosa no rumo do infinito... Do desconhecido.


logo.jpg

Endereço:
Rua Manoel Teixeira da Rosa, 495
Centro - Sombrio
Fone (48) 3533 0178