Biometria

A revisão do eleitorado de Sombrio é obrigatória

Foi lançada na quarta-feira (8), a campanha da nova etapa da biometria para o ciclo 2019/2020. O lançamento ocorreu em coletiva de imprensa realizada com o presidente do TRE-SC, desembargador Cid Goulart Júnior, o diretor da Escola Judiciária Eleitoral de SC, juiz Wilson Pereira Júnior, e o diretor-geral, Daniel Sell. As ações da campanha incluem posts em mídias sociais, material de divulgação para rádios e TVs e ações locais nas Zonas Eleitorais do estado.  

Durante a coletiva, o presidente do TRE-SC revelou as metas para o próximo ciclo da revisão do eleitorado e coleta de biometria ordinária. Até maio de 2020, quando ocorre o fechamento do cadastro eleitoral para as eleições municipais, o TRE-SC espera cadastrar biometricamente um milhão de eleitores no estado, totalizando 85% do eleitorado.

O cadastramento biométrico está ocorrendo de maneira obrigatória em 122 municípios que estão passando pelo processo de revisão do eleitorado e em mais 111 cidades por meio do cadastramento ordinário, onde o eleitor ainda não é obrigado a comparecer ao Cartório. Em outros 62 municípios o processo obrigatório já foi finalizado. Atualmente, dos 5.114.910 eleitores alistados no estado, 3.389.372 já fizeram a biometria.

A revisão do eleitorado de Sombrio é obrigatória. Nos outros municípios, Balneário Gaivota, Passo de Torres, Praia Grande, Santa Rosa do Sul e São João do Sul, é facultativo.

Ao falar sobre a importância da atualização do cadastro dos eleitores, tanto por meio da revisão do eleitorado obrigatória, quanto pelo cadastramento biométrico ordinário, o desembargador Cid Goulart Júnior afirmou que "aquele eleitor que, por exemplo, está residindo há alguns anos em um novo município, mas ainda não transferiu o seu título de eleitor, tem uma ótima oportunidade para estabelecer um vínculo formal com o lugar onde vive. Afinal, nada mais justo do que o eleitor votar no município onde usufrui de direitos e deveres. Faço voz, aqui, a um necessário "reforço da municipalidade", tornando mais próxima a relação do cidadão com seu governo local".

Em sua manifestação, o diretor da EJESC, juiz Wilson Pereira Junior, lembrou que o TRE-SC já percorreu parte do estado neste ano de 2019, esclarecendo o processo de cadastramento biométrico através de audiências públicas, e fez um apelo à imprensa para ampliar a divulgação da biometria em Santa Catarina.

Logo depois da coletiva do presidente, a secretária da corregedoria regional eleitoral, Renata Fávere, e o assessor especial de planejamento estratégico e de eleições, Augusto Campos, apresentaram mais alguns números e dados sobre o processo de cadastramento biométrico ordinário no estado e sobre a revisão do eleitorado obrigatória.

Entre as informações apresentadas estão a página da Biometria no site do TRE-SC, onde o eleitor pode consultar o andamento do cadastramento biométrico no seu município, e que também contém um link de dados abertos, com números consolidados da biometria no estado, que podem ser utilizados tanto por jornalistas quanto por pesquisadores.

Além do site do TRE-SC, os eleitores também podem esclarecer suas dúvidas e agendar seu atendimento pelo Disque-eleitor, ligando para o 0800 647 3888. Para realizar o cadastramento biométrico, o eleitor deve comparecer ao Cartório Eleitoral ou Posto de Atendimento portando documento de identificação com foto, comprovante de residência emitido nos últimos três meses e, caso possua, título de eleitor. Para o primeiro título, os eleitores homens maiores de 18 anos devem apresentar também o comprovante de alistamento militar.





logo.jpg

Endereço:
Rua Manoel Teixeira da Rosa, 495
Centro - Sombrio
Fone (48) 3533 0178