Homenagem

Delegado recebe Cidadania Araranguaense

16 Agosto 2018 08:10:00

Foi a primeira homenagem recebida na cidade

A sessão desta quarta, 15, na Câmara de Vereadores de Araranguá, foi marcada pela entrega do título de Cidadania Honorária ao delegado de polícia civil aposentado, Gastão Rieger. A autoria da homenagem é do vereador, Igor Batista Gomes, que em sua fala, ressaltou a importância do profissional no município quando atuou na segurança pública e também para sua decisão de seguir na vida pública. "Conheci o delegado Gastão e sua esposa, Silvia, na infância. Tenho muita admiração por toda a família. E, foi graças a ele que desenvolvi o desejo de ser vereador. Sou grato!", comentou o vereador.

Rieger que depois de aposentado continuou residindo no município, agradeceu o título emocionado. "Foi a primeira homenagem que recebi no município. Estou feliz e me sinto lisonjeado por isso", agradeceu o mais novo cidadão araranguaense que estava acompanhado dos familiares na sessão.

Histórico de Gastão

Gastão Rieger é natural de Ijuí, Rio Grande do Sul (RS), tem 74 anos e é casado com Silvia Driwin Rieger, professora aposentada. Tem duas filhas, Débora, juíza criminal, e Bárbara, funcionária do Banco do Brasil. É avô de Isabella, que cursa Direito e é estagiária na Polícia Judiciária e Francisco, que cursa Ciências da Computação e trabalha em uma empresa do ramo, em Criciúma. Gastão formou-se em Contabilidade, atuando na área na cidade em que nasceu. Posteriormente, foi residir em Cruz Alta onde cursou a faculdade de Direito. Foi procurador de empresa de médio porte, com seis filiais. Após a conclusão, acabou se desligando das empresas e abriu uma banca de advocacia. Nos anos seguintes, mudou-se para Santa Catarina, região do meio Oeste, onde advogou durante três anos. Finalmente, ingressou como Delegado de carreira na Polícia Judiciária. Sua primeira delegacia foi em Caçador (SC). Veio para Araranguá, trabalhando no município e, em Criciúma, ocupou o cargo de delegado da comarca. Foi delegado regional em Araranguá e, após 39 anos de trabalho, aposentou-se e continuou residindo na cidade. Em Cruz Alta, fez parte da Maçonaria e Lions Clube Cruzaltense. Já em Araranguá, após se aposentar, prestou serviços sociais como integrante do Lions Clube Sul.


Imagens

logo.jpg

Endereço:
Rua Manoel Teixeira da Rosa, 495
Centro - Sombrio
Fone (48) 3533 0178